[RESENHA LITERAL] Desejo Proibido - Sophie Jackson

Editora: Arqueiro
Autora: Sophie Jackson
Nº de Páginas: 416
Sinopse/ResenhaPrimeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim, pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém, Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.



Tenho que confessar, sou muito atraída por livros que tem essa temática, mais hot, porém o que me prendeu foi o relacionamento dos protagonistas, ele por ser um presidiário ignorante, sempre irritado com a vida, sendo conhecido como o problemático e causador de confusão, Carter é aquela pessoa que todos iriam querer evitar, vendo pela primeira vez.

" Ladeado por outro guarda de cara fechada, Carter passou pela mesa e atravessou um corredor longo e estreito em direção a uma porta branco, que ele abriu com um tapa barulhento. O recinto era claustrofóbico e árido e fedia a confissões."

Katherine é marcada por um trauma do passado, onde todo dia ela faz o seu melhor por conta disso: a morte do seu pai. Ela se culpa por não ter podido ajudar ele. Mas como isso aconteceu? O pai dela estava sendo perseguido por algumas pessoas, e isso é passado bem no inicio do livro, onde mostra Katherine aos seus 9 anos fugindo dessas pessoas junto com o seu pai. Mas ele acaba sendo apanhado e ela acaba não podendo fazer nada para proteger o pai, pois é atingida e uma pessoa a salva de também ser morta.

Mas ao invés de se fechar para o mundo e para as "pessoas" que fizeram isso com o seu amado pai, ela vê nisso uma forma de ajudar os detentos. E ela começa a dar aulas no presidio Arthur Kill, onde ela encontra Carter.

"20 centímetros de espessura em sua maleta e abriu, folheando os inúmeros relatórios, declarações da justiça e depoimentos que, ao longo dos anos, descreviam Carter como uma "ameaça a sociedade", de "personalidade forte" e um "indivíduo inteligente" que não possuía a autoconfiança para reafirmar e canalizar isso de maneira correta."
Carter tinha um conselheiro, Jack Parker. Ele sempre ia visitá-lo para saber quais eram as novidades e aconselhá-lo sobre algo, foi por conta dele que Carter inicia as aulas de literatura, justamente as que Kat irá ensinar.

Kat todas as noites tem o mesmo pesadelo, o dia da morte do seu pai, e tentar descobrir a pessoa que a salvou. Os mesmo sonhos sempre a deixava desgastada, e aos poucos alguns detalhes da pessoa que a tirou de perto de seu pai, fica mais evidente.

"Ela abriu o armário e pegou um frasco de comprimidos. Ansiava pela noite em que não precisaria depender de remédios para dormir. Não que os comprimidos ajudassem muito; eles apenas entorpeciam uma dor que nunca desapareceria. Depois de tomar duas pílulas azuis, ela se arrastou pelo piso de madeira de volta para cama."

Para quem busca uma boa história com uma pegada mais quente, pode ler Desejo Proibido sem pensar duas vezes. Além disso, o livro mostrou alguns pontos que são vistos não só hoje, mas como a muito tempo, a discriminação com os ex-presidiários. Assim como Carter, eles sofrem preconceito com relação a trabalhos, e também a questão social.
Espero que assim como eu, deem uma chance a esse livro, pois eu amei a história dele e todo o seu desenrolar.







Nenhum comentário:

Postar um comentário