[RESENHA LITERAL] A Travessia - William P. Young

Editora: Arqueiro
Autor: William P. Young
Nº de Páginas: 238
Sinopse: Um derrame cerebral deixa Anthony Spencer, um multimilionário egocêntrico, com coma. Quando “acorda”, ele se vê em um mundo surreal habitado por um estranho, que descobre ser Jesus, e por uma idosa que é o Espírito Santo. À sua frente se descortina uma paisagem que lhe revela toda a mágoa e a tristeza de sua vida terrena. Jamais poderia ter imaginado tamanho horror. Debatendo-se contra um sofrimento emocional insuportável, ele implora por uma segunda chance. Sua prece é ouvida e ele é enviado de volta à Terra, onde viverá uma experiência de profunda comunhão com uma série de pessoas e terá a oportunidade de reexaminar a própria vida. Nessa jornada, precisará “enxergar” através dos olhos dos outros e conhecer suas visões de mundo, suas esperanças, seus medos e seus desafios. Na busca de redenção, Tony deverá usar um poder que lhe foi concedido: o de curar uma pessoa. Será que ele terá coragem de fazer a escolha certa?


O livro conta a história de Anthony Spencer, mais conhecido como Tony, um  verdadeiro  homem de sucesso, lindo, rico e inteligente . Ainda criança, perdera os pais e passou por vários lares para adoção junto com seu irmão mais novo. Não compreendia como sua amada mãe tão devota e religiosa pôde ser morta e levada por Deus. Passou a culpá-lo por tudo de errado que lhe acontecia e começou a rebelar-se contra o Criador. 
Vivia solitário e isolado, com isso desenvolveu uma paranoia de estar sendo seguido, desenvolveu um super esconderijo para guardar seus pertences. Casou-se duas vezes com a mesma mulher, geraram um casal de filhos e o pouco de sentimento que ainda tinha em seu coração foi dado a eles. Só que Gabriel, seu filho, estava com câncer e foi piorando aos poucos até Deus levá-lo de si. Foi a gota d'água para Tony que virou definitivamente as costas para Deus tornando-se frio e cruel, a ponto de culpar sua esposa pela morte da criança. Não aguentando a pressão e a frieza, ela pediu o divórcio. 
Ao sofrer uma queda, teve traumatismo craniano e foi internado na UTI com uma parada cardíaca e entrou em coma.
Ao "despertar" encontrar-se em um lugar estranho, surreal e lá é recebido por Jack, Jesus, Espírito Santo que o leva a refletir sobre seus atos, mostra-lhe a triste verdade e o arrependimento enche sua alma. Triste consigo mesmo, Tony implora por uma segunda chance e Jesus o envia de volta ao "mundo real" para uma jornada, onde deverá escolher apenas uma pessoa para receber a cura divina. E neste percurso, Tony vive suas melhores experiencias e seu maior aprendizado, Anthony aprende a amar.

Quando soube do livro fiquei muito animada por se tratar de uma obra cujo autor escreveu, o que para mim é um dos livros mais fantásticos já lançados, A Cabana. A Travessia segue a mesma trajetória do primeiro livro do autor, mas é diferente nas situações, nos personagens e nas concepçõesO Livro é narrado em terceira pessoa, tem uma linguagem agradável e de fácil entendimento. É um  belo romance que nos envolve na história a ponto de nos fazer refletir sobre nossos atos e pensar mais no próximo. No final, eu morri de chorar (quero novidade) com a história tocante e incrível que o William produziu, o final não deixou de ser incrível fazendo meu coração doer a cada frase. Assim como A Cabana, foi uma leitura leve, linda e que me proporcionou muito aprendizado! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário