[RESENHA LITERAL] Irresistível - Sylvia Day


Editora: Hamelin
Autora: Sylvia Day
Nº de Páginas:  232
Sinopse: Há sete anos, na véspera de seu casamento, a recatada Jessica Sheffield presenciou uma cena de libertinagem que nenhuma jovem inocente poderia imaginar. Escandalizada, mas estranhamente excitada, ela guardou silêncio com respeito ao escandaloso Alistair Caulfield, e andou para o altar da igreja como esperavam. Mas durante anos de um casamento sereno e tedioso, a imagem de Caulfield ardeu em sua imaginação, alimentando seus sonhos mais ilícitos… Alistair fugiu para longe da tentação da recatada debutante com o fogo da paixão gravado em seus olhos…. até o Caribe. Agora um comerciante rico, ele pouco tem em comum com o jovem libertino que ela conheceu. Mas quando Jessica, recém enviuvada, sobe a bordo de seu barco para cruzar o oceano, somente algumas peças de seda controlam sete anos de prazeres reprimidos… e a certeza de que sucumbir consumirá a ambos…









Fui um dos livros da Sylvia que mais gostei, acho que por se passar em uma época mais histórica ( minhas paixões romances históricos). A Jessica Sheffield é a personagem principal na história e começa com ela e a irmã conversando sobre os amigos do atual noivo da Jessica, Alistair um cara forte, com um corpo de chamar atenção de todas as meninas, e o irmão do seu noivo Michael. No mesmo dia, a protagonista decide passear com o seu cão, só que o mesmo acaba fugindo e indo em direção a floresta, a mata. E quando chega perto do seu cachorro, Jessica ouve gemidos e sussuros e encontra um casal fazendo sexo, só que para sua surpresa o rapaz era o Alistair e essa visão sempre ficou em sua mente.
Passando-se sete anos, descobrimos que a Jess está viúva e decide viajar para o Caribe para conhecer bens do seu falecido marido. Mas quem vai guiá-la em toda a sua viajem é a pessoa que vive atormentando os seus pensamentos durante todos esses tempos, Alistair Caulfield, e daí começa a jornada dos dois.

Esse foi o primeiro livro que li da Sylvia, e estava com muita expectativa por falarem tanto dela ter uma escrita melhor que a autora de Cinquenta Tons. Me surpreendi com o vi no livro e ainda mais pela época em que se passou todo ele. No começo do livro vemos uma Jessica um tanto menina, mas que ainda assim tem as suas dúvidas quanto ao que fazer, e depois vemos uma grande transformação dela quando o seu marido morre. Durante todo o livro também conhecemos melhor a sua irmã Hester, quando ainda era jovem e tinha uma breve paixão pelo irmão do seu cunhado, para depois vê-la casada com um homem bruto e ignorante e sofrendo bastante com o seu casamento.
Fora isso vemos o sofrimento constante de Michael por ver a sua amada Hester, sofrendo junto ao seu marido. E com isso temos várias visões durante todo o livro.
Mas para mim o livro só não ganhou 5 estrelas por eu ter uma certa dificuldade de entender algumas partes do livro, como a tradução não foi bem feita, e isso prejudicou um pouco a minha leitura. Mas fora isso o livro cumpre sim a sua função de te deixar como se estivesse naquela época e trazer todos os grandes momentos dos casais.

         

Nenhum comentário:

Postar um comentário