[RESENHA LITERAL] "Catching Fire", de Suzanne Collins

Heyyy garotos e garotas literais! Aqui estou eu, de volta à rotina, e pra comemorar... Resenha pra vocês! Acho que estou um pouco atrasada (de novo), pra comentar desse livro, mas de qualquer forma espero que gostem, é o primeiro livro inteiro que eu li em inglês, por isso é mais do que especial pra mim, certo? *-* Fiquem com Deus e até a próxima!


Título: Catching Fire
Livro: Série, 2º Volume
Autora: Suzanne Collins
Páginas: 391
Editora: Scholastic
Sinopse: "Against all odds, Katniss Everdeen has won the annual Hunger Games with fellow district tribute Peeta Mellark. But it was a victory won by defiance of the Capitol and their harsh rules. Katniss and Peeta should be happy. After all, they have just won for themselves and their families a life of safety and plenty. But there are rumors of rebellion among the subjects, and Katniss and Peeta, to their horror, are the faces of that rebellion. The Capitol is angry. The Capitol wants revenge."
(4,5)


       Depois de muito tempo empatando esse livro, finalmente acabei! Mas obviamente, não foi por ele ser chato, ou ruim... E sim pelos estraga-prazeres da internet e pessoas que eu conheço que me contavam o que acontecia e quem morria e qual o final... Ou seja, culpem os spoilers.
       Sinceramente, a narrativa da Collins é única e de tirar o fôlego. Todo final de capítulo tem uma frase de efeito, (coisa que eu sempre achei muito bacana), que dão um toque a mais à toda história, e claro, dando uma pitada de drama e emoção à trama.
       Collins não tem nenhuma piedade com personagens ou qualquer coisa que seja, em vários sentidos, não apenas no quesito morte, já que nem houveram quase nesse livro... (evitando spoilers). Digo mais à questão dela mostrar como os vilões - representantes de muitas pessoas no nosso próprio mundo - não têm piedade com ninguém, apenas com eles mesmos.
       É difícil conciliar um livro um tanto mais juvenil com uma coisa tão pesada. Mas obviamente, a autora concilia tudo da melhor forma possível, fazendo personagens muito bem caracterizados e construídos. Tirando um salvo que eu não consigo formar laços muito fortes com ninguém... Com exceção à minha paixão pela fofura de Peeta e uma raiva gratuíta por Gale.
       O livro teve uma evoluída fantástica, levando-se em conta a história do primeiro e segundo livro e todas as coisas e elementos envolvidos, como mistério, reviravoltas e muita ação. Acho que nesses aspectos, Catching Fire ("Em Chamas"), é bem mais emocionante e envolvente que The Hunger Games ("Jogos Vorazes"), não desmerecendo o primeiro livro, que é muito bom.
       Acho que não há muito o que falar sobre ele, de forma a evitar spoilers, portanto, o máximo que posso dizer é que recomendo com todas as forças a continuação e espero que vocês não passem pelo mesmo que eu passei e que não haja ninguém que estrague as surpresas que vocês devem ter durante a leitura deste livro  espetacular.


- Por Ana/Bia
     

Nenhum comentário:

Postar um comentário